Carregando

Blog do Dr. Thiago Iria


MASTOPEXIA: A cirurgia que possibilita seios bonitos com ou sem prótese.

MASTOPEXIA: A cirurgia que possibilita seios bonitos com ou sem prótese.

A MASTOPEXIA (ou Lifting Mamário) está indicada no tratamento dos casos de ptose (queda) mamária. Esta pode ser decorrente da influência de fatores como o peso das mamas nos casos de hipertrofia mamária, idade, alterações hormonais, qualidade da pele, etc.

Tipos de Ptoses

Tipos de Ptoses

A cirurgia pode envolver reposicionamento da aréola ou do mamilo, levantamento do tecido mamário e remoção de pele.

img_Mastopexia

O procedimento é realizado sob anestesia geral ou anestesia local, acompanhada de sedação. As incisões são feitas abaixo da aréola, ao redor dela e ao nível sulco sob o seio. Pelos cortes feitos, remove-se todo o excesso de pele da mama inferior, o mamilo, a aréola e todo o tecido das mamas são reconstruídos em uma nova posição, de tal forma que se consiga o levantamento das mamas.

Confira nosso vídeo que explica os detalhes que estão por trás dos procedimentos relacionados a mama.


MASTOPEXIA SEM PRÓTESE

mastopexia sem prótese (ou implante) é recomendada para as mulheres com os seios ligeiramente flácidos, mas que não querem aumentar o seu volume. Neste caso, é possível aproveitar os tecidos do seio, reposicioná-los e tratar o excesso de pele.

img_mastopexia_03

MASTOPEXIA COM PRÓTESE

mastopexia com prótese de silicone é recomendada para as mulheres que, além de quererem levantar os seios, desejam aumentar o seu volume. Este procedimento geralmente é realizado em mulheres com seios com pouco volume e excesso de pele.

img_mastopexia_04

 

CICATRIZES

No lifing de seios existem também cicatrizes, dependendo do grau da queda mamaria e da técnica utilizada elam requerem muitos meses ou até anos para desaparecer. No entanto, elas, geralmente, são bem discretas. Nos primeiros dias é normal que as cicatrizes fiquem altas e avermelhadas, dando a sensação de coceira, mas com o passar das semanas, elas clareiam e ficam uniformes.

Podem ser em formato “T”, em “L”, “I” ou periareolar. Vai depender do tamanho e grau de flacidez de cada mama.

Toda cicatriz passará por diferentes fases:

a) PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30º dia. Apresenta-se pouco visível e algumas apresentam uma reação discreta aos pontos ou ao curativo.

b) PERÍODO MEDIATO:  Vai do primeiro ao 12º mês. Neste período acontece um espessamento normal da cicatriz, e mudança na tonalidade da sua cor. Pode passar do “vermelho” para o “marrom” mas, aos poucos, vai clareando.

c) PERÍODO TARDIO: Vai de 1 ano a 1 ano e meio. A cicatriz torna-se mais clara e menos consistente, atingindo assim o seu aspecto definitivo. A avaliação do resultado definitivo da cicatriz das mamas deverá ser feita após este período.

Certas pacientes apresentam uma tendência à cicatrização hipertrófica ou ao queloide. Pessoas de pele clara tem menor probabilidade de sofrer desta complicação cicatricial. Porém existem diversas opções para a prevenção e o tratamento destas cicatrizes que serão prescritos no seu devido tempo de cicatrização.

 

PREPARO PARA MASTOPEXIA

O preparo para mastopexia inclui:

  • Evitar fumar 2 semanas antes da cirurgia;
  • Evitar ingerir bebidas alcoólicas pelo menos no dia anterior à cirurgia;
  • Interromper o uso de medicamentos anti-inflamatórios, principalmente com ácido acetil salicílico, como aspirina, anti-reumáticos, aceleradores do metabolismo, como anfetaminas, fórmulas para emagrecimento, Vitamina E 2 semanas antes da cirurgia;
  • Estar em jejum absoluto de 8 horas;
  • Não usar anéis, brincos, pulseiras e outros objetos de valor no dia da cirurgia.

Além disto, é importante levar para o hospital ou clínica todos os exames que o cirurgião plástico pediu.

A recuperação após mastopexia, geralmente, é rápida e tranquila. Contudo, é normal a paciente sentir um leve desconforto, sensação de peso ou alteração na sensibilidade dos seios devido à anestesia.

Depois da cirurgia, a mulher deve ter certos cuidados, como:

  • Evitar esforços no dia da cirurgia, como caminhadas longas ou subir escadas;
  • Permanecer deitada com a cabeceira da cama elevada a 30º ou sentada nas 24 h após a cirurgia;
  • Evitar deitar de barriga para baixo ou de lado com o seio operado apoiado nos primeiros 30 dias após a cirurgia;
  • Evitar exposição ao sol durante 3 meses após a cirurgia;
  • Utilizar sutiã modelador, sem costuras, durante 24 horas por 30 dias após a cirurgia e depois mais durante 30 dias, mas só durante a noite;
  • Evitar movimentos de grande amplitude dos braços, como levantar ou carregar pesos;
  • Fazer massagens com as mãos nos seios no mínimo 4 vezes por dia;
  • Realizar uma alimentação saudável, preferindo legumes, frutas e carnes brancas;
  • Evitar a ingestão de doces, frituras, refrigerantes e bebidas alcoólicas.

O resultado final da cirurgia pode ser visto dentro de 1 mês, mas a mulher pode voltar ao trabalho dentro de aproximadamente 10 dias após a cirurgia. Porém, só 40 dias após a cirurgia é que se pode voltar a dirigir e os exercícios físicos leves, como caminhada, por exemplo, podem ser reiniciados dentro de 1 mês.

 

 

 

 

Postado por em - Sem Comentários